Moradores reclamam de tráfico de drogas na região da Mooca em SP

6

Um dos mais tradicionais bairros de São Paulo, a Mooca, sofre com uma transformação inesperada. Em denúncia enviada à Jovem Pan News, um morador da região mostrou o desespero de quem assiste a deterioração do bairro com a instalação de uma espécie de Cracolândia. Entrevistada pela reportagem, uma senhora que não quis se identificar relatou que os moradores praticamente perderam o direito de ir e vir em alguns pontos da região: “Ali atrás não passo mais. Porque, virando aquele muro antes de chegar no parque, tomaram conta da praça todinha. Eu não passo mais, eu passava com cachorro e não passo mais”. Com a dispersão da Cracolândia na região central, muitos moradores de rua e usuários de drogas se espalharam por outras localidades. Barracas foram instaladas em calçadas de ruas importantes, como a Rua Dr. Guilherme Ellis e Dr. Siqueira Cardoso, muito utilizadas para acesso à Avenida Radial Leste. As ocupações ocorrem próximas à subprefeitura, localizada na Rua Taquari, e também ao 8º Distrito Policial, na Rua Sapucaia. O consumo de entorpecentes foi flagrado pelas imagens da reportagem e o tráfico age livremente na região.

Brigas também são constantes e isso provoca medo por parte daqueles que trabalham e estudam no bairro, como relatou um comerciante que não quis ser identificado: “Você sabe, tem droga, tem roubo, tem tudo”. Outra moradora relatou que outras formas de criminalidade têm ganhado espaço na região: “Minha filha deixava o carro estacionado na rua e umas 20h estouraram o vidro e levaram a bateria. Aí o vizinho deixou o carro e quando foi ver já tinham levado o carro. Uma coisa que a gente vê e não acredita no que está acontecendo”.