Soja segue lateralizada em Chicago e opera com leve queda nesta 3ª feira à espera de notícias

7

Ainda lateralizado e à espera de novas notícias, o mercado da soja segue operando com estabilidade e testa leves baixas na manhã desta segunda-feira (24) na Bolsa de Chicago. As cotações recuavam entre 2,75 e 3 pontos nos contratos mais negociados, levando o novembro a US$ 12,84 e o maio a US$ 13,29 por bushel.

Os fututos do farelo e do óleo também cediam, bem como os de milho e trigo, contribuindo para a baixa também do grão.

O mercado monitora ainda o plantio brasileiro, que está próximo de 30% da área, mas com o clima ainda preocupando produtores em praticamente todo o país, ou pelo excesso ou pela falta de chuvas. Do mesmo modo, atenção ainda à colheita americana, atualizada ontem pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos).

Os dados apontam que apontou 76% da área destinada à soja já foi colhida no país até este domingo (22). Na semana anterior o índice era de 62%; em 2022 de 78% e a média plurianual de 67%. A expectativa do mercado era de 77%.

Do mesmo modo, permanecem as atenções sobre o financeiro e a geopolítica, também pesando sobre as commodities, demais ativos, índices acionários e o dólar.