Lula se desculpa após fala sobre pessoas com deficiência

5

Presidente usou as redes sociais para fazer uma série de publicações se desculpando pelas falas feitas na terça-feira (18).

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva usou o Twitter para pedir desculpas às pessoas com deficiência neste sábado (22) por uma fala feita três dias antes, quando disse que pessoas que sofrem de transtornos mentais têm “problemas de desequilíbrio de parafuso”.

A fala foi feita na terça-feira (18), durante um encontro entre os três poderes da república para anunciar investimentos em ações de segurança nas escolas, após ataques. Na ocasião, o presidente também relacionou quem sofre de transtorno com pessoas que promovem esse tipo de violência.

“Gostaria de pedir desculpas sobre uma fala que fiz na semana passada, durante reunião sobre violência nas escolas. Conversei e ouvi muitas pessoas nos últimos dias e não tenho vergonha de assumir que sigo aprendendo e buscando evoluir”, começou o presidente em uma sequência de publicações.

“É por isso que quero me retratar com toda a comunidade de pessoas com deficiência intelectual, com pessoas com questões relacionadas à saúde mental e com todos que foram atingidos de alguma maneira por minha fala.”

Ele também se retratou sobre a relação entre transtorno e violência. “Não devemos relacionar qualquer tipo de violência a pessoas com deficiência ou pessoas que tenham questões de saúde mental. Não vamos mais reproduzir esse estereótipo. Tanto eu quanto nosso governo estamos abertos ao diálogo.”

“Como presidente de um país com uma grande parcela da população de PCDs, estou disposto a aprender e fazer o possível para que todos se sintam incluídos e respeitados. É assim que avançamos enquanto pessoas, país e sociedade”, concluiu Lula.