TSE poderá punir e cassar mandatos de quem disseminar fake news, diz Fachin

O ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), afirmou que a Corte poderá punir e até mesmo cassar os mandatos de candidatos que divulgarem fake news. Em entrevista concedida nesta terça-feira, 7, à Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil, Fachin disse que o TSE está preocupado com a desinformação nas eleições e avisou que a Justiça Eleitoral poderá “sancionar” alguns comportamentos. Fachin não citou o presidente Jair Bolsonaro (PL) e nenhum político em específico ao fazer esse alerta. Entretanto, a entrevista aconteceu em meio ao julgamento do caso Francischini, deputado que teve o mandato cassado por fake news e que voltou ao cargo após decisão de Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui