Elize Matsunaga volta a ser detida por falsificar documentos para conseguir emprego

8

Elize Matsunaga, condenada na Justiça por matar e esquartejar o próprio marido, voltou a ser detida novamente nesta segunda-feira, 27, na cidade de Franca, no interior de São Paulo, onde vive atualmente. Segundo a polícia, ela teria falsificado um documento para conseguir um emprego na cidade de Sorocaba, também no interior do Estado, onde realizava a vistoria de obras em condomínios de luxo. Ela foi denunciada pela própria ex-patroa. As investigações também identificaram registros fotográficos de Elize consumindo bebida alcoólica em uma praia, o que contraria o regime aberto a qual ela estava submetida. Todos os documentos foram encaminhados para o promotor responsável pelo caso. A defesa de Elize, o advogado Luciano Santoro, diz que ela as situações e que não teria qualquer motivo para agir dessa maneira, já que o processo não transitou em julgado e, por isso, ela poderia ter a certidão de antecedentes criminais sem apontamentos. Apesar disso, Elize também tentou ser o motorista de aplicativo em Sorocaba, mas teria sido negada justamente por não ter antecedentes criminais negativos, que é um critério básico para conseguir ser motorista de aplicativo nas principais plataformas.